top of page

O QUE É PRÉ-NATAL E POR QUE TODA GRÁVIDA PRECISA FAZER?

O acompanhamento pré-natal desde a descoberta da gestação até o parto essencial para a saúde da mãe e do bebê

74607542_l.jpg

O pré-natal é como chamamos a assistência prestada à gestante desde o momento em que ela se descobre grávida até o parto. Essa assistência inclui os exames e acompanhamento médico, além de cursos, workshops e treinamentos que preparem tanto a futura mãe, quanto o futuro pai e familiares, para a chegada do bebê. Existe um pré-natal básico que é indicado para toda mulher, inclusive no SUS, e existem programas de pré-natal mais abrangentes e completos, ainda não acessíveis a todas as mulheres.

PRÉ-NATAL BÁSICO

 

Assim que a gestação é descoberta, recomenda-se que a mulher procure um médico ou médica obstetra para dar início ao pré-natal. Serão solicitados os primeiros e mais importantes exames de sangue e de imagem, para confirmar qual a idade gestacional aproximada, ver como está a formação do bebê e ver como está a saúde da mãe. É ele quem irá orientar sobre algumas mudanças na rotina, receitar possíveis vitaminas, remédios e suplementos e tirar as principais dúvidas referentes a esta nova fase.
 

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a atenção pré-natal básica à gestante deve incluir:

 

  • mínimo de oito consultas com profissionais de saúde relacionados à obstetrícia (médico (a) obstetra, enfermeiro (a) obstetra ou obstetriz). Esses contatos ajudam a reduzir a mortalidade perinatal e melhorar a experiência de atendimento às mulheres.

  • aconselhamento sobre alimentação saudável e manutenção de atividades físicas durante a gravidez.

  • suplementação diária por via oral de ferro e ácido fólico com 30 mg para 60 mg de ferro elementar e 400 µg (0.4 mg) de ácido fólico para as gestantes evitarem anemia materna, sepsis puerperal, baixo peso do bebê e nascimento pré-termo.

  • vacinação contra tétano (recomendada para todas as gestantes, dependendo da exposição anterior à vacinação, para evitar a mortalidade neonatal por tétano)

  • pelo menos uma ultrassonografia antes das 24 semanas da gestação é para estimar a idade gestacional aproximada, melhorar a detecção de anomalias fetais e gravidezes múltiplas, reduzir a indução do parto em uma gravidez pré-termo e melhorar a experiência da gestação para mulheres.

  • controle de uso de álcool e outras substâncias (passado e presente)durante a gravidez e em cada visita pré-natal

PRÉ-NATAL INTEGRAL

 

Além do que é recomendado no Pré-Natal básico, um pré-natal completo garante segurança, informação e conforto à gestante e à família, reduzindo ainda mais as taxas de parto pré-termo (prematuro), de necessidade de cesárea e de complicações. Podem estar incluídos no pré-natal completo:

 

  • acompanhamento psicológico individual e/ou em grupo

  • acompanhamento nutricional com nutricionista especializada

  • preparação do corpo para um possível parto normal com a fisioterapeuta obstétrica

  • atividades que façam bem à saúde física e mental da gestante, como Yoga, Pilates, hidroginástica e Dança Materna® para gestantes 

  • frequentar workshops, palestras e rodas de conversas sobre o tema 

  • fazer cursos preparatórios para o parto e de cuidados com o bebê.

  • aprofundar-se o tema através de livros, filmes, documentários, blogs, youtube e podcasts.

QUER MAIS INFORMAÇÕES/RECEBER NOVIDADES SOBRE GESTAÇÃO, PARTO E PÓS-PARTO?

Obrigado! Em breve entraremos em contato!

bottom of page