top of page

QUAL É A HORA CERTA DE IR PARA A MATERNIDADE?

Ao contrário do que vemos na televisão e no cinema, quando estoura a bolsa NÃO é a hora de ir para a maternidade

hora certa de ir pra maternidade.jpg

Primeiro, é preciso entender o que pode acontecer ANTES do que chamaremos de HORA M (vulgo "hora de ir pra maternidade)!

CONTRAÇÕES DE TREINAMENTO

 

Você começa a sentir um enrijecimento no fundo da barriga, que vai subindo para toda a pelve, como se ela estivesse abrindo (porque na verdade está!). Muitas vezes, a sensação vem combinada com pontadas na vagina e dor irradiada para a lombar, os ossos do púbis e até a parte interna da coxa. Olá, contração!

Mas ter contração não significa que você está entrando em trabalho de parto. No final da gestação, é bem comum ter as chamadas "contrações de treinamento" ou de "Braxton Hicks" (em homenagem ao médico inglês John Braxton Hicks, que as descreveu pela primeira vez em 1972), que são contrações curtas de 15 a 30 segundos, que passam e que não alteram o percurso da gestação. Existem relatos de contrações de treinamento ainda no segundo trimestre da gestação. E bem comum ter contrações após relações sexuais, graças à liberação de ocitocina no corpo pelo orgasmo ou estimulação intensa dos seios. 

TAMPÃO MUCOSO


Durante as últimas semanas de gravidez, o colo começa a ficar fino e dilatar em preparação para o parto, o que pode ocasionar a perda do tampão mucoso. Quando isso ocorre, você notará a saída de uma substância mucosa pela vagina, que pode apresentar ou não alguns filetes de sangue.

Este não é um sinal de trabalho de parto, e sim que de que ele está se aproximando. Na verdade, o trabalho de parto, às vezes, só começa vários dias depois desse sinal. Qualquer quantidade de sangue maior que os filetes deve ser relatada a seu médico.

PERDA DE ÁGUA PELA VAGINA ("A BOLSA ESTOUROU!")

 

A perda de água pela vagina indica a ruptura da bolsa de águas que mantêm o líquido amniótico durante a gravidez.

Quando isso ocorre, você não sente dor, apenas a sensação de uma água morna escorrendo pelas pernas. Usualmente, a mulher sente a perda de meio litro de água, mas a quantidade vai depender de onde a bolsa rompeu. Em casos de rupturas altas, a perda de líquido pode ser pequena, apenas suficiente para umedecer a calcinha, sem escorrer. Além disso, você poderá continuar perdendo líquido, conforme o seu bebê continuar a produzi-lo. Isso não somente é natural como indica um trabalho de parto saudável - E NÃO MACHUCA O SEU BEBE OU O FAZ ENTRAR EM SOFRIMENTO! A bolsa de água pode se romper no começo ou só no final do trabalho de parto e não é indicativa de que a hora de ir pro hospital chegou. 

Os médicos humanizados se pautam na ciência e aguardam por volta de 24h após a "bolsa estourar" para começar a induzir o parto, caso o trabalho de parto não inicie espontaneamente. Desde 2012, o Ministério da Saúde não recomenda a administração de antibiótico. 

CONTRAÇÕES REGULARES - O TRABALHO DE PARTO COMEÇOU, MAS NÃO QUER DIZER QUE VOCÊ PRECISA IR CORRENDO PARA O HOSPITAL! 

Quando as contrações começam a ficar bem intensas e com intervalos menores, é sinal de que você está em trabalho de parto. É hora de avisar a equipe e, se voce tiver doula, é a hora que ela pode ir para a sua casa, a um aumento na pressão pélvica, tiver sangramento vaginal ou secreção abundante, ou se notar uma diminuição acentuada no nível de atividade do bebê. O médico pode conversar sobre essas mudanças e decidir se há necessidade de realizar um exame. Mantenha o seu/a sua obstetra a par de tudo.

QUAL É A HORA CERTA DE IR PARA O HOSPITAL/MATERNIDADE?

Cada situação é diferente da outra, mas, geralmente, é aconselhável que as gestantes devam ir para o hospital quando as contrações durarem 60 segundos ou mais, com cinco minutos de intervalo entre elas por pelo menos uma hora.



QUER MAIS INFORMAÇÕES/RECEBER NOVIDADES SOBRE GESTAÇÃO, PARTO E PÓS-PARTO?

Obrigado! Em breve entraremos em contato!

bottom of page